Editor: Henrique Magalhães
Rua Maria Elizabeth, 87/407
João Pessoa, PB. 58045-180
Brasil
Tel: (83) 998.499.672

Pedidos por transferência ou depósito bancário:
Banco do Brasil
Agência 1619-5
Conta 41626-6.

Envie por e-mail cópia do comprovante de depósito e o endereço para entrega.

Contato
marcadefantasia@gmail.com
www.marcadefantasia.com

Fevereiro de 2017

Peibê: fanzine e extensão

Peibê: fanzine e extensão A utilização do fanzine como instrumento pedagógico e estímulo à autoralidade tem sido uma prática exitosa, embora ainda não tão recorrente; em geral, quem se aventura nesse exercício de criatividade já passou pela editoração e tem domínio de seus processos ou, de algum modo, se dedicou a pesquisar esse tipo de publicação. São editores de fanzines, por vezes cartunistas, que com o tempo se tornaram educadores e aplicam esse conhecimento adquirido com a produção alternativa ou independente.

O projeto IFanzine, do Instituto Federal Fluminense, Campus Macaé, é um bom exemplo disso. Trata-se de um Projeto de Extensão coordenado pelo Programador Visual Alberto de Souza (Beralto), que junto a bolsistas da instituição reúne trabalhos dos alunos e de colaboradores para a edição do fanzine Peibê. Já saíram cinco números da publicação em quatro anos de atividades. Em 2016 o Peibê foi contemplado com o Troféu Angelo Agostini como melhor fanzine, atribuído pela Associação dos Quadrinistas e Caricaturistas do Estado de São Paulo.

Como realça Beralto no editorial da publicação, ter sido agraciado por um prêmio tão significativo para o meio significa “o reconhecimento de um trabalho coletivo, dos estudantes e pessoas identificadas, de diversas formas, com a fanzinagem, e mais ainda, é um incentivo para novas iniciativas de empregabilidade do zine no âmbito do ensino-aprendizagem”. Este é o fator mais relevante da premiação – além da valorização do próprio fanzine –, que é o de reforçar a importância da produção coletiva, bem como do estímulo aos jovens escolares e universitários na prática da autoedição e na liberdade de expressão.

Nesse sentido, a edição do Peibê traz excelente matéria sobre as atividades do professor Carlos de Brito Lacerda, bacharel em Geografia e Professor do Ensino Médio e Fundamental em Senador Canedo, Goiás. Carlos também trabalha com a produção de fanzines em sala de aula como atividades didático-pedagógicas, utilizando os quadrinhos e a confecção de publicações por meio do núcleo Fanzinação e a realização do Fanzinaço.

Além de quadrinhos e ilustrações do editor, de alunos e autores convidados, a exemplo de Edgar Franco, Danielle Barros e Cátia Ana, temos ainda entrevista com esta autora goiana, que revela os meandros de sua obra e seu processo criativo. O Peibê é um sopro criativo que mostra a potencialidade expressiva dos jovens autores por meio da edição de fanzine e, sem dúvida, aponta para um dos mais producentes caminhos que esse tipo de publicação deve seguir.

Henrique Magalhães

Peibê
Editor: Alterto de Souza (Beralto)
Projeto de Extensão IFanzine, Instituto Federal Fluminense Campus Macaé
Ano IV, n. 5, Macaé, RJ, 2016; 40p. 21x15cm.
projetoifanzine@gmail.com
http://facebook.com/iffanzine
http://iffanzine.blogspot.com.br
https://issuu.com/ifanzine