Editor: Henrique Magalhães
Rua Maria Elizabeth, 87/407
João Pessoa, PB. 58045-180
Brasil
Tel: (83) 998.499.672

Pedidos por transferência ou depósito bancário:
Banco do Brasil
Agência 1619-5
Conta 41626-6.

Envie por e-mail cópia do comprovante de depósito e o endereço para entrega.

Contato
marcadefantasia@gmail.com
www.marcadefantasia.com

Junho de 2017


Silas Verdugo, o homem do patuá: a origem
Silas Verdugo, o homem do patuá:
a origem

Elmano Silva
Série Repertório, 3.
João Pessoa: Marca de Fantasia: 2010. 80p. 14x20cm. R$20,00.
ISBN 978-85-7999-012-0


A originalidade temática dos quadrinhos de terror de Elmano Silva foi um choque para o meio editorial na década de 1970. Contudo, personagens como Sinhá Preta e Silas Verdugo caíram no gosto do público por ilustrar o terror com temática nordestina, com histórias passadas na época do Cangaço, coronelismo e seca. A realidade crua e os conflitos quotidianos são os ingredientes dessa nova abordagem do terror, como se pode ver neste álbum com a origem do célebre personagem Silas Verdugo, o homem do patuá.

Na apresentação do álbum, o próprio autor argumenta que quando apresentou a HQ A vingança de Sinhá Preta, à Editora Vecchi em 1977 para ser publicada na revista Spectro, foi recusada porque o editor achou que os leitores não iriam entender e aceitar aquela história de terror com temática regional. Para Elmano, o personagem era algo inédito para a Spectro, cujas HQ eram centralizadas em figuras como Drácula e outros gêneros fora de nossa cultura.

A história ficou guardada por dois anos, quando o editor finalmente resolveu publicá-la na revista Spectro número 11, em 1979. Para surpresa de todos, o gosto do leitor começava a mudar, identificando-se com a renovação nas HQ do gênero terror proposta por Elmano. Como afirma o autor, "a reação satisfatória por parte dos leitores foi tamanha que outras HQ com a Sinhá Preta passaram a ser publicadas com mais frequência".

Isto levou à expansão do universo do terror brasileiro, com a criação por Elmano de mais dois personagens, agregados às aventuras da bizarra Sinhá Preta: a Besta-Fera e o menino Aparício , formando assim o temível Trio Diabólico. Em 1981, Elmano conta que criou outro personagem para medir forças com o Trio Diabólico: Silas Verdugo, o homem do patuá: "A primeira HQ com esse misterioso personagem foi publicada na Spectro número 21 e também fez o mesmo sucesso de sua arquiinimiga Sinhá Preta, até o fechamento da Editora Vecchi em 1982".

A última vez que Silas Verdugo foi publicado ocorreu em julho de 1995, na revista de terror Coleção Assombração, pela Ediouro, numa história de 20 páginas. Com este volume da Marca de Fantasia, o leitor pode finalmente ler a história de como surgiu esse mítico personagem.

H. Magalhães

   
   Páginas do álbum Silas Verdugo, de Elmano Silva
   Mais álbuns pela Marca de Fantasia
Os marginais
Elmano Silva
A violência urbana como tema de HQ realistas.
Medo!
Alberto Pessoa
Quadrinhos inspirados no traço e no universo fantástico de Flavio Colin.
Marginal  
Shiko
HQ autorais de Shiko com referências literárias.
Postais de viagem 
Teresa Câmara Pestana.
Viagem pelas expressões religiosas e culturais da África tradicional.
Primas
Alberto Pessoa.
O cotidiano da prostituição feminina na Zona da Mata nordestina.
Entressafra
Eder S. Rodrigues e Allan Ledo.
Relaçõesde submissão e resistência ao capitalismo selvagem.